Receba nossas novidades :

slider_prev slider_next

Últimas

Brilho tridimensional

22.03.18

O brilho já não é mais aquele! Não se trata mais só de bordados ou paetês. As passarelas mais estreladas internacionais do Inverno de 2018 mostraram maneiras de cintilar de outras maneiras, muitas vezes com o bônus do toque acústico – com elementos de metal ou plástico se chocando entre si – quando a roupa está em movimento:

– Em desfile super bem recebido, a Paco Rabanne, com seu diretor artístico Julien Dossena, tornou modernos os elos metálicos e de plástico que foram revolucionárias nas futuristas roupas do criador Paco Rabanne nos anos 60. Com atitude relax, make e cabelos naturais, Dossena armou visuais casuais apesar de acrescentar placas cintilantes de todas as formas e tamanhos em quase todos eles, conseguindo uma atitude super contemporânea:

– Em Londres Erdem Moralioglu combinou um vestido de alças de brilhos sonoros ao caminhar com camisa branca e blazer de alfaiataria de lã quadriculada;

– Na Balmain, Olivier Rousteing optou por calça e jaqueta de elementos de plástico presos por correntes metálicas associadas a uma camiseta listrada com estampa de efeito holográfico;

– O vestido mini de David Koma, inspirado no estilo 60’s está todo coberto por tachas metálicas de tamanhos “dégradé”;

– Na Givenchy, a britânica Clare Waight Keller sofisticou o longo com longa franja de canutilhos á partir do decote, criando efeitos de brilho cinético no vestido, quando ele se desloca.