Receba nossas novidades :

slider_prev slider_next

Últimas

Giuliana Romanno e suas piratas contemporâneas

09.11.15

Em uma apresentação propositalmente intimista, Giuliana Romanno leva para a Galeria Rabieh em São Paulo sua coleção inspirada nos audaciosos piratas. Estruturas limpas, uma estética atemporal, além de um refinamento totalmente effortless, marcam o Inverno’16 da estilista, que merece ser apreciado nos mínimos detalhes.

Marcas-registradas do trabalho da Giuliana, os efeitos vazados em tramas e recortes estiveram presentes ao longo de todo o desfile. Com a ajuda de coadjuvantes como amarrações, faixas e transparências, eles fizeram um jogo de mostra-esconde, resultando em uma sensualidade vanguardista e inusitada. Barrigas ligeiramente aparentes e fendas vertiginosas a ajudam a suavizar essa feminilidade austera e imponente.

Em relação às modelagens, destaque para os shapes utilitários, práticos e híbridos, perfeitos para uma mulher pronta para recalcular rotas e mudar o seu rumo a qualquer momento. Trench coats que viram coletes, calças amplas que tornam-se saias e blazers que se transformam em capa são algumas das peças em evidência, e que sugerem a principal finalidade das moças cosmopolitas de hoje em dia: um closet com itens componíveis entre si, que se pode acrescentar ou reduzir camadas de acordo com a estação ou geolocalização.

A escolha dos tecidos também faz-se importante. A designer se apropriou muito bem do jacquard, veludo e lurex, propondo uma alfaiataria menos rígida e mais desconstruída, o que deixa seu trabalho ainda mais particular, confortável e antenado às necessidades das aventureiras do “além-mar”, mesmo que este seja urbano e na selva de pedra.

Texto: Costanza Pascolato e Luiza Brasil